sábado, 30 de abril de 2011

Video da 3 etapa do Circuito Catarinense Oceano de Surf Amador

E vem ai a 4 etapa na Praia Mole em Florianópolis dias 14 e 15 de maio.

Vejam a ONDA vencedora do brasileiro Danilo Couto

Brasileiro ganha o prêmio Ride of the Year 2011

Danilo é o big rider do ano
Por Redação Waves em 30/04/11 02:53 GMT-03:00
Danilo Couto impera na principal categoria do Billabong XXL. Foto: Divulgação XXL.
O big rider Danilo Couto acaba de ser anunciado como o grande campeão do Billabong XXL 2010/2011.

Morador da ilha de Oahu, Hawaii, o baiano levou o prêmio de Ride of the Year e embolsou um cheque de US$ 50 mil pela direita surfada na remada na temida bancada de Jaws, Maui, em fevereiro.

A entrega do prêmio aconteceu no Anahein Theater, Califórnia (EUA). Ele também foi finalista nas categorias Monster Paddle e Best Performance.

O surfista tem patrocínio da O’Neill e apoios de HB Sunglasses, Rhyno Foam, Pranchas RM, Hotstick e Jorge Vicente.

Bruno Lemos captura Shane Dorian em Jaws e também é premiado . Foto: Bruno Lemos.
Esta é a quinta vez que Danilo Couto representa o Brasil no principal prêmio em ondas grandes. Em 2004, concorreu na categoria maior onda (Jaws). No ano seguinte, tubo do ano (Jaws, primeiro tubo surfado com êxito de backside).

Em 2007 disputou na categoria Melhor Performance (entre outras atuações, um tubo histórico em Pipeline, remada em Jaws, e surfou o swell gigante em Puerto Escondido, México). Já na temporada passada foi novamente finalista na categoria Maior Onda (Jaws).

Além de Danilo Couto, o carioca Bruno Lemos, correspondente do Waves no Hawaii, também levou um prêmio pela imagem do tubo do havaiano Shane Dorian também em Jaws. Dorian foi duplamente premiado nas categorias Monster Paddle e Monster Tube.

Danilo Couto pega Jaws no braço e corre para o abraço. Foto: Tracy Kraft.
Os outros prêmios ficaram com Keala Kennelly (Feminino), que quebrou a série de quatro vitórias seguidas da carioca Maya Gabeira; francês Benjamin Sanchis (Biggest Wave, Belharra, França); falecido havaiano Sion Milosky (Best Performance).

O aussie Mark Mathews levou o prêmio de wipeout mais sinistro com a vaca sofrida em Shipstern Bluff, Austrália.

Os brasileiros Everaldo Pato Teixeira, Rodrigo Koxa e Tiago Candelot também tiveram a honra de ser finalistas do XXL.

O capixaba Koxa participou da categoria Maior Onda (Chile), enquanto o carioca Candelot estava na briga pela maior vaca em Jaws. Nesta mesma categoria, Pato participou por sua sessão em Shipstern Bluff, Tasmânia.

Danilo Couto e Bruno Lemos comemoram a noite gloriosa na Califórnia em foto enviada pelo I-Phone. Foto: Bruno Lemos / Lemosimages.com.
Os fotógrafos e cinegrafistas Fred Pompermayer, Alexandre Akiwas e Rodrigo Pelado também tiveram imagens participando da final.

O site Waves parabeniza Danilo Couto e todos os demais atletas brasileiros finalistas deste que é o verdadeiro Oscar da onda grande.

Aguarde mais detalhes em nossas próximas atualizações.

Finalistas do Billabong XXL Global Big Waves Awards 2011

Wipeout Of The Year (US$ 2 mil para o surfista e US$ 1 mil para o videomaker)

Mark Mathews (Aus) em Shipstern Bluff, Tasmânia - 6 de abril de 2010 - vídeo de Andrew Chisholm.
Tiago Candelot (Bra) em Jaws, Maui, Hawaii - 20 de janeiro de 2011 - vídeo de Tony Adams.
Everaldo "Pato" Teixeira (Bra) em Shipstern Bluff, Tasmânia - 6 de abril de 2010 - vídeo de Andrew Chisholm.
Laurie Towner (Aus) em Cloudbreak, Fiji - 20 de setembro de 2010 - vídeo de Leboe Elliot.
Ben Wilkinson (Aus) em Mavericks, Califórnia, EUA - 2 de novembro de 2010 - vídeo de Greg Browning.

Ride Of The Year (US$ 50 mil para o surfista e US$ 5 mil para o videomaker)

Danilo Couto (Bra) em Jaws, Maui, Hawaii - 8 de fevereiro de 2011 - vídeo de Leboe Elliot
Michael Brennan (Aus) em Shipstern Bluff, Tasmânia - 10 de abril de 2010 - vídeo de Tim Bonython.
Mark Healey (Haw) em Outer Reef, Oahu, Hawaii - 20 de janeiro de 2011 - vídeo de Willeford Ariel.
Benjamin Sanchis (Fra), Mullaghmore Head, Irlanda - 13 de fevereiro de 2011 - vídeo de Lousouarn Yannock.
David Scard (Aus), Cloudbreak, Fiji - 20 de setembro de 2010 - vídeo de Clemow Talon.

Monster Paddle (US$ 15 mil para o surfista e US$ 4 mil para o videomaker)

Shane Dorian (Haw) em Jaws, Maui, Hawaii - 15 de março de 2011 - fotos de Aeder Eric, Bob Bangerter, Kraft Tracy,Bruno Lemos, Shimi Mike Neal e Batel - vídeos de Berthuot, Giora Frank Koren e Bruno Lemos.
Danilo Couto (Bra) em Jaws, Maui, Hawaiii - 08 de fevereiro de 2011 - fotos de Aeder Eric, Tracy Kraft e Simei Batel - vídeos de Clark Justin, Koren e Giora Leboe Elliot.
Mark Healey (Haw) em Mavericks, Califórnia, EUA - 2 de novembro de 2010 - fotos de Mike Jones, Don Montgomery eFred Pompermayer - vídeo de Chris Killen.
Sion Milosky (Haw) Outer Reef, Oahu, Hawaii - 8 de fevereiro de 2011 - fotos de Daniel Russo - vídeo de Larry Haynes.
Mark Yazbeck (Aus) em Waimea Bay, Hawaii - 20 de janeiro de 2011 - fotos de Bruno Lemos, Mackinnon Al Reis e Terry. vídeo de Bruno Lemos.

Biggest Wave (US$ 15 mil para o surfista e US$ 4 mil para o videomaker)

Benjamin Sanchis (Fra) em Belharra, França - 16 de fevereiro de 2011 - foto de Bastien Bonnarme - vídeo de Julien Roland.
Eric Akiskalian (EUA) em South Reef, Lincoln City, Oregon - 2 de novembro de 2010 -fotos de Dave e Colllyer Hallman Richard.
Dan Corbett (Aus) em Outer Bombie, Margaret River, Austrália - 04 de outubro de 2010 - foto de Jamie Scott.
Rodrigo Koxa (Bra) em Punta Docas, Chile - 18 de agosto de 2010 - foto de Alexandre Akiwas - vídeo por Rodrigo Pelado.
Francisco Porcella (Ita) em Jaws, Maui, Hawaii - 2 de novembro de 2010 - fotos de Koren Giora, Mike Neal e Simei Batel - vídeo de Tormod Martines.

Monster Tube (US$ 5 mil para o surfista e US$ 2 mil para o fotógrafo)

Shane Dorian (Haw) em Jaws, Maui, Hawaii - 15 de março de 2011 - fotos de Bruno Lemos, Mike Neal e Simei Batel.
Tom Dosland (EUA), The Right, Austrália - 6 de outubro de 2010 - foto de Macaulay Calum.
James Hollmer-Cross (Aus) em Shipstern Bluff, Tasmânia - 10 de abril de 2010 - foto de Andrew Chisholm.
Mark Mathews (Aus) The Right, Austrália - 6 de outubro de 2010 - foto por Macaulay Calum.
Eric Rebiere (Fra) em Mullaghmore Head, Irlanda - 13 de fevereiro de 2011 - foto de Bonnarme Bastien.

Best Performance (US$ 5 mil para o surfista)

Sion Milosky (Haw)
Kohl Christensen (Haw)
Danilo Couto (Bra)
Mark Healey (Haw)
Benjamin Sanchis (Fra)

Girls Best Performance (US$ 5 mil para a surfista)

Keala Kennelly (Haw)
Easkey Britton (Irl)
Maya Gabeira (Bra)
Mercedes Maidana (Arg)
Jamilah Star (EUA) 

Cenas do Paraiso


Caetano Vargas, Praia do Bode



Caetano e Greg, visual na Praia do Bode

 
 
Natureza em cena.


Musica e alto astral antes do surf.



Preserve a natureza, ajude a manter as praias limpas.



 Buggy da galera.



Leve seu lixo e ajude a preservar o Oceano. Recicle, proteja e faça a diferença.



Greg no salão azul


                                                           
                                                               Caminho para o surf



Final de tarde na Cacimba do Padre


Fernando de Noronha


Visual do Morro do Pico



Ondas do Paraiso.




Fernando de Noronha



sexta-feira, 29 de abril de 2011

SuperSurf abre a perna sul-americana em Xangri-Lá

Caetano Vargas nosso campeão no ano passado


Brasil vai se transformar na “Capital Mundial do Surfe” no mês de maio com as três etapas da ASP South America em Xangri-Lá (RS), Saquarema (RJ) e Imbituba (SC)
O Brasil já se prepara para se tornar a “Capital Mundial do Surfe” no mês de maio até o início de junho. A arena do SuperSurf Internacional 2011 começou a ser montada na Plataforma de Atlântida para a etapa nível 5 estrelas que abre a “perna sul-americana” de meio de ano da ASP South America nos dias 03 a 08 de maio em Xangri-Lá, no litoral norte do Rio Grande do Sul.
O limite de 128 participantes está praticamente esgotado, com os surfistas da nova geração sendo maioria entre os já confirmados. Representantes de outros países, como Estados Unidos, França, Portugal, Argentina, Chile, Uruguai e até da Turquia e da Tunísia, também estão na lista dos inscritos para a disputa dos 120.000 dólares e 2.000 pontos no ASP World Ranking que estarão em jogo em Xangri-Lá.

A Plataforma de Atlântida é a 41.a praia diferente da América do Sul e 32.a do Brasil a sediar um evento da ASP South America, desde a divisão do Circuito Mundial em 1992. O primeiro SuperSurf Internacional do ano ainda resgata o Rio Grande do Sul para o cenário internacional, pois a última prova da ASP no estado foi realizada em 2004 na cidade de Torres.
A “perna sul-americana” de meio de ano tem outras três provas que serão disputadas após a etapa brasileira do ASP World Tour, o Billabong Rio Pro, que acontece entre os dias 11 e 22 de maio na Barra da Tijuca e Arpoador na capital do Rio de Janeiro. Na sequência, dois novos eventos do ASP World Prime, que oferecem premiação de 250.000 dólares e 6.500 pontos.
ETAPAS PRIME – A Coca-Cola apresenta o Oakley Saquarema Prime nos dias 24 a 29 de maio na Praia de Itaúna, também conhecida como o “Maracanã” do surfe em Saquarema, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro. Depois, tem o SuperSurf Internacional Prime nos dias 31 de maio a 05 de junho na Praia da Vila, em Imbituba, no litoral sul de Santa Catarina.
Para fechar a “perna sul-americana” de meio de ano, a ASP South America programou um desafio nas grandes ondas de El Gringo, no Chile, que volta a realizar o Arica Pro Challenge depois do cancelamento no ano passado devido ao terremoto que devastou o país. A etapa tem nível 3 estrelas e será disputada nos dias 15 a 19 de junho em Arica, no Chile.
PERNA DE FIM DE ANO – Além desta série de eventos em maio e junho, a ASP South America ainda promove a “perna brasileira” de fim de ano com quatro etapas que começam no final de setembro, todas com nível 6 estrelas de 145.000 dólares valendo 3.500 pontos. A largada será em Santa Catarina com o Florianópolis Surf International na Praia Mole de Florianópolis nos dias 27 de setembro a 02 de outubro e o Itajaí Pro na Praia Brava de Itajaí nos dias 04 a 09 de outubro.
Depois, tem o SuperSurf Internacional nos dias 11 a 16 no litoral paulista, com a praia ainda a ser definida pela organizadora do evento, Editora Abril. E o Rio Surf Pro International fecha a temporada, definindo o campeão sul-americano profissional do ASP South America Surf Series 2011 nos dias 18 a 23 de outubro na Praia do Arpoador, Rio de Janeiro (RJ).
CALENDÁRIO DAS PRÓXIMAS ETAPAS DA ASP NA AMÉRICA DO SUL:Mai 03-08 – ASP 5-Star – SuperSurf Internacional na Plataforma de Atlântida, em Xangri-Lá (RS)
Mai 11-22 – ASP World Tour – Billabong Rio Pro na Barra da Tijuca e Arpoador, Rio de Janeiro (RJ)
Mai 24-29 – ASP Prime – Coca-Cola apresenta Oakley Saquarema Prime na Praia de Itaúna, Saquarema
Mai 31-05 – ASP Prime – SuperSurf Internacional Prime na Praia da Vila, em Imbituba (SC)
Jun 15-19 – ASP 3-Star – Arica Pro Challenge em El Gringo, Arica – CHILE
Jul 26-31 – ASP Master – SuperSurf ASP World Master Championship na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro (RJ)
Set 27-02 – ASP 6-Star – Florianópolis Surf International na Praia Mole, Florianópolis (SC)
Out 04-09 – ASP 6-Star – Itajaí Pro na Praia Brava, em Itajaí (SC)
Out 11-16 – ASP 6-Star – SuperSurf Internacional em praia a ser definida no litoral de São Paulo (SP)
Out 18-23 – ASP 6-Star – Rio Surf Pro International na Praia do Arpoador, Rio de Janeiro (RJ)
Out 24-04 – ASP Pro Junior – Arnette ASP World Junior Championship na Praia do Arpoador, Rio de Janeiro
João Carvalho- Assessoria de Imprensa da ASP South America
(48) 9988-2986- joao@aspsouthamerica.com.br

No Rastro do Surf

Aconteceu dia 26 de abril no Eco Village Hotel, na Praia Mole em Florianópolis, a exposição NO RASTRO DO SURF, encontro dos pioneiros do surf ilhéu.
A curadora Cryz Engler esta escrevendo o livro Sul Maravilha, que resgata a histório do surf no sul do Brasil. Em sua estada em Florianópolis ela fez muitos contatos e resgatou imagens do fundo do baú. Para comemorar o sucesso na colaboração de muitos dos pioneiros, foi realizada esta exposição.
Muitos dos pioneiros do surf ilhéu e também pioneiros do norte catarinense estiveram presentes e revendo velhos amigos.
Cryz pretende realizar outra exposição em Joinville, pois percebeu que o norte catarinense tem grande importância na constituição da história do surf catarinense.
Cartaz da exposição


Pioneiros do surf

Bita Pereira, Maurio Borges, Avelino Bastos e David Husadel

Ivan, Netão, Flávio, Affonso, Ricardo, Cryz, Zeno, Bichinho, Caxito, David e Bita

Affonso, André, Fabiano e Geruza

David, Cryz e Zeno

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Tubos, a essência da Sintonia.

Por: Marcio David
Entubar nas ondas do mar é o maior prazer e realização de um surfista. Deslizar sobre a parede cristalina e visualizar a placa de água girando pela cabeça é uma sensação incrível de pura sintonia com o OCEANO e toda a natureza.
Em Fevereiro, no arquipélago de Fernando de Noronha, o projeto “União Fortalece” esteve com os atletas Greg Cordeiro e Caetano Vargas, para a produção de material, treinamentos e divulgar o projeto Keep The Ocean Blue.
Nosso atleta Greg Cordeiro foi o grande destaque da temporada onde pegou tubos de impressionar até os mais experientes surfistas profissionais. Pela atitude de surfar tubos incríveis o atleta saiu nas paginas da revista Fluir e emplacou a capa do Jornal DROP de Santa Catarina.
Nessa alucinante trip  no Hawaii Brasileiro nossos atletas mostraram que estão em total sintonia com o OCEANO e que a essência da sintonia esta no prazer de surfar.

    Tubos, a essência da sintonia.

    Greg Cordeiro, foto da capa do Jornal Drop #103#  edição comemorativa de 13 anos.

    Caetano Vargas treinou muita na praia do Bode. O atleta foi destaque em  entrevistas para a revista Solto e  Unit de Joinville.
    Surfando tubos largos e de  total sintonia com o OCEANO, nosso atleta Greg foi o grande destaque da temporada e saiu nas paginas e site da revista Fluir.
    Greg em mais um tubo classico no final de tarde na praia do Bode.

    Greg fazendo pose para os fotógrafos aquáticos.
  
    Greg em total sintonia com o fotógrafo Marcio David.

    Caetano Vargas pegou bons tubos na bateria do Hang Loose Pro Contest.

    Greg também surfou bons tubos de backside.


    Greg em mais um dos diversos tubos surfados na Praia do Bode.

   Caetano Vargas, surf treino antes da bateria do Hang Loose Pro.

    Greg depois de um dia classico de surf na Cacimba do Padre.

Competindo em Casa


Pedro Husadel da Oceano, participou do Oakley Pro Junior 2011 na Praia do Campeche, Florianópolis. Foi nestas ondas que Pedro aprendeu a surfar e desenvolver seu surf. Na última semana, de 19 a 24 de abril o Campeonato Brasileiro Pro Junior da Abrasp aconteceu no Pico do Riozinho. Pedro surfou muito bem o 1o. round e se classificou direto para o 3o. round e também venceu sua bateria do 3o. round. Por ser do Campeche e com duas baterias de bom desempenho, a mídia deu bom destaque para o surfista local, com foto e matéria no Jornal Diário Catarinense, entrevista exclusiva no site Waves e seu nome mencionado em quase toda as matérias. Aconteceram entrevistas para o canal Woohoo e ESPN.

Nas oitavas de final Pedro não achou boas ondas e não avançou para as quartas de final. Mas podemos dizer que o 9o. lugar gerou boa divulgação.

Pedro agradece a todos que estavam na torcida.

Pedro tem patrocinio da Oceano e apoio da Truzz Roupas de Borracha e Naturalles Produtos Naturais.




Entrevista para o Canal Woohoo

Entrevista para a ESPN


quinta-feira, 21 de abril de 2011

Vai começar o circuito de 2011







   A estréia de Xangri-lá está marcada para os dias 03 a 08 de maio e a praia de Atlântida será a 41.a a sediar um evento do Circuito Mundial de Surfe Profissional na América do Sul e a 32.a no Brasil. A vitória também valerá os primeiros 1.000 pontos no ranking especial do SuperSurf 2011, que premiará o melhor surfista nas três etapas com um carro zero quilômetro.
No ano passado, foram realizadas quatro etapas e o vencedor foi o paranaense Caetano Vargas, que faturou um Peugeot zerinho. O número de provas diminuiu porque uma delas fará parte do ASP World Prime, que oferece o maior prêmio da divisão de acesso. O SuperSurf Internacional Prime será o segundo do circuito organizado pela Editora Abril, de 31 de maio a 05 de junho na Praia da Vila, em Imbituba (SC), onde serão distribuídos 250.000 dólares e 6.500 pontos para os rankings mundial e sul-americano da ASP South America.
Já o último SuperSurf Internacional de 2011, que fecha o calendário da ASP South America e define o campeão sul-americano da temporada, só tem a data confirmada para os dias 18 a 23 de outubro, mas o local ainda não, podendo ser novamente na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro (RJ), ou na Praia de Itamambuca, em Ubatuba (SP).







Materia do site waves.com.br

Oakley Pro Junior
Husadel é o Campeche (SC)
Por Alexandre Versiani em 21/04/11 01:25 GMT-03:00
Pedro Husadel divide seu tempo entre o surf e os estudos. Foto: James Thisted.
Local do Campeche, atleta estreia bem no Oakley Pro Junior 2011. Foto: Basílio Ruy.
O catarinense Pedro Husadel estreou com vitória na primeira fase do Oakley Pro Junior 2011, evento que define o campeão brasileiro sub-20 da temporada na praia do Campeche, Florianópolis (SC).

Na última quarta-feira, o atleta de 19 anos dominou sua bateria do início ao fim com bons ataques de frontside e não deu chances ao cearense Diego Mendes e ao paulista Pedro Aguiar.

Filho do veterano surfista David Husadel, Pedro é criado nas ondas do Campeche e já foi duas vezes campeão catarinense nas categorias Mirim e Iniciante.

Além disso, participou do ISA World Junior em 2007 na Europa, tem quatro temporadas havaianas no currículo e morou nos Estados Unidos por oito meses em 2009.

Hoje ele divide o seu tempo entre os estudos e as competições. O surfista faz cursinho pré-vestibular e se prepara para ingressar na faculdade de Fisioterapia.

Na entrevista abaixo, Pedro Husadel fala sobre a expectativa de participar do Oakley Pro Junior em casa, o tempo que morou nos Estados Unidos e revela o planejamento para o restante temporada.

Como é disputar o título brasileiro Sub-20 na onda em que treina diariamente?

Eu moro aqui e para mim não tem lugar melhor do mundo para ter uma competição. No início do mês teve um Pro Junior lá no Atalaia, Itajaí (SC), e o Gustavo Machado, que é local do pico, ganhou o campeonato.

Eu fiquei em quinto e vi de perto a festa que a torcida da casa fez para ele. Cheguei até a ficar arrepiado, foi uma ótima sensação. Imagina se isso acontece comigo também, iria ser muito bom.

Qual a sua expectativa para o evento?

As condições estão mais para a direita aqui no Campeche. Pra falar a verdade não é o meu forte, surfo melhor de backside. Mas avancei a bateria fazendo um surf normal, mais de linha.

Não sou muito de dar aéreos, então vou trabalhar as ondas desse jeito. Estou usando uma prancha 6'1''do shaper Rodrigo Silva, da praia da Armação e que me dá a maior força, e ela está indo muito bem.

Como é conciliar a rotina dos estudos com o surf?

Esse ano estou fazendo pré-vestibular e pretendo entrar na faculdade de Fisioterapia no meio do ano. Estou dando um gás, não estou nem surfando durante a semana e tenho aula até de sábado. Só surfo de domingo e em campeonatos assim. Hoje matei aula e sei que quando chegar em casa vou ter que estudar bastante.

Como foi morar no Estados Unidos?

Foi uma experiência muito boa. Passei quase o ano de 2009 inteiro lá. Tive a oportunidade de aprender inglês, fazer novos amigos e conhecer novas ondas. Fui para a Califórnia e morei em San Clemente. O lugar tem muitas opções de ondas e surfava bastante em Trestles.

Qual a sua relação com seu pai? Ele ajuda bastante nas competições?

É muito boa. Ele entende de surf e não é como outros pais que não entendem nada do esporte e acabam fazendo pressão. É muito bom ter um pai como ele. 

E como foi esta temporada havaiana?

Foi a minha quarta temporada no Hawaii e a mais legal de todas. Fiquei em uma casa no North Shore ao lado de amigos e pegamos altas ondas. Tive a companhia do (Leandro) Grilo, treinador da Aprimore Surf, que me ajudou bastante e me deu vários toques.

Quais competições você ainda pretende participar nesta temporada? 

Pretendo correr todas as etapas do circuito sul-americano Pro Junior e o catarinense Profissional.

Gostaria de mandar algum recado?

Gostaria de agradecer ao meu patrocinador, a marca Oceano, que vem me ajudando bastante nesta temporada. Ano passado estava sem patrocínio e estou amarradão com essa parceria.
Waves Mobile
Agora você pode acessar todo conteúdo da maior comunidade virtual do surf em seu celular.
Para acessar utilize o endereço m.waves.com.br.

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Caetano Vargas na Revista Unit

O atleta Oceano Caetano Vargas é destaque na Revista Unit, com circulação no Norte de SC.
A matéria é assinada pelo surfer Gustavo Piaz com fotos de Marcio David.

Confiram a matéria por aqui http://issuu.com/revistaunit/docs/unit_09

Obrigado Tiago, Gustavo e staff Unit, ficou show a matéria!

Pedrinho passa bateria no Pro Junior

Teve inicio nesta 3a. feira, a Oakley Pro Junior da Associação Brasileira de Surf Profissional.

As competições tiveram inicio no Pico do Riozinho, rolando as 16 baterias das triagens que foram disputadas em ondas de meio metro, mas que foram melhorando de formação durante o dia.

Hoje estão rolando as baterias do primeiro round, onde o atleta Oceano Pedro Husadel passou em primeiro na sua bateria. Pedrinho, que pulou direto para o terceiro round, somou 13,06 pontos, deixando o cearense Diego Mendes em segundo lugar com 6,07 pontos e o paulista Pedro Aguiar em terceiro lugar com 4,90 pontos. Agora Pedro descansa e amanhã (quinta-feira) volta a competir.

Boa sorte Pedro! Que Netuno mande boas séries para você!

Acompanhe as baterias por aqui:  http://www.surfpro.com.br/2011/oakleyprojr/